Marketing de Conteúdo: canais de relacionamento com o público realimentam estratégia comercial

Marketing de Conteúdo: canais de relacionamento com o público realimentam estratégia comercial
22
set
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Construir canais de conteúdo consistentes e relevantes para relacionar-se com consumidores é uma tarefa complexa. Como mesclar informações que interessam ao seu público e estratégia comercial?

A primeira coisa a ter em mente é que os temas para alimentar o site ou blog da sua marca não surgem da pauta dos veículos de comunicação e nem dos trending topics das redes sociais. Assuntos do momento podem até servir de gancho e ajudar a turbinar seu conteúdo, mas se não houver estratégia, linha editorial, linguagem e objetivos bem definidos, você perderá tempo e recursos.

A regra que deve orientar o planejamento e alimentação de qualquer canal de conteúdo é estratégia. E a segunda regra, planejamento. Por isso, é fundamental definir uma estratégia de marketing de conteúdo que envolva todas as etapas do trabalho, garanta uma grade de conteúdo e construa um público relevante e fiel.

Conhecendo seu público

Para montar uma estratégia de marketing de conteúdo, o primeiro passo é levantar uma série de dados que trarão informações sobre para quem, o que, como e quando escrever.

Não se esqueça de que seu cliente é o ponto central para sua estratégia de conteúdo. Entendê-lo é, em última instância, conhecer quem vai ler o que você escreve. Essa é uma tarefa crucial para qualquer estratégia de conteúdo dar certo. Para isso, liste uma série de perguntas que precisam ser respondidas:

  •         Quem é o público-alvo?
  •         Quem são seus concorrentes e o que eles vêm fazendo?
  •         Qual a finalidade do seu conteúdo?
  •         Quem vai produzi-lo?
  •         Com que frequência será publicado?
  •         Que estratégias e ferramentas serão utilizadas para divulgação?
  •         Quem vai distribuí-lo?
  •         Quem será o responsável?
  •         Quem vai manter o conteúdo?
  •         Quem será o responsável pelos resultados?
  •         Quais são as metas de resultados?

Depois de respondê-las, você já tem material suficiente para saber o direcionamento do seu conteúdo. O próximo passo é tentar amarrar uma estratégia central que norteie toda a comunicação.

A partir daí, escolher os temas e estabelecer uma rotina de trabalho já não fica tão difícil. Mas não é só escrever. Depois de escrito, é preciso distribuir esse conteúdo, ativar, engajar e fidelizar seu público. Se você trabalha com diferentes conteúdos em diferentes canais, uma plataforma de automação para ajustar a ação e garantir sua eficácia ajuda muito.

Criação de conteúdos

Já sabendo quais são os objetivos e a estratégia, a próxima tarefa é a escolha dos assuntos.  A meta não é fazer publicidade, mas, sim, atrair pessoas, convertê-las em admiradoras da marca e torná-las clientes.

Lembre-se de que o conteúdo vai ajudar a empresa a construir sua imagem: se é uma empresa preocupada com seus clientes, se tem responsabilidade social, se é inovadora etc. Você é o que você escreve.

Ser um canal de serviços que tenha a ver com o que a empresa oferece, por exemplo, é uma boa prática. Os consumidores apreciam informações que sejam úteis no seu dia a dia. Há inúmeras possibilidades de escolhas e um bom planejamento estratégico pode ser bem útil nesse sentido.

Outra dica é escolher um tema por mês e trabalhar em torno dele. Isso aumenta a relevância dos seus conteúdos, principalmente no ranqueamento de buscadores.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×