O que não fazer nesta Black Friday

O que não fazer nesta Black Friday
13
nov
88 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 88 88 Flares ×

Se você está acompanhando nosso especial para a Black Friday, já tem nas mãos muitas dicas para aumentar suas vendas nesta que já é a segunda data mais importante para o varejo no Brasil. Neste artigo, daremos algumas pistas sobre o que você não deve fazer, com base nos principais erros cometidos pelas empresas. Vamos lá?

Não fique de fora

A primeira dica é, obviamente, não perder a oportunidade de participar da Black Friday. Para se ter uma ideia da importância da data no varejo brasileiro, para 2017 a previsão é de que as vendas no e-commerce movimentem R$2,5 bilhões, uma alta de 18% com relação a 2016, de acordo com previsões da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico). Garanta uma fatia desse montante, participe!

Não deixe para a última hora

Seus esforços de comunicação para a data devem começar com antecedência. Ou seja, se ainda não lançou suas ações, a hora é agora! Os consumidores que têm intenção de aproveitar os descontos da Black Friday iniciam suas pesquisas em média 16,5 dias antes da data, de acordo com um estudo feito pelo Google Brasil. Então, seja relevante desde já.

Não venda pela “metade do dobro”

Nunca tente enganar o consumidor. Esta é uma regra básica, mas é sempre válido destacar. Os brasileiros estão cada vez mais acostumados à Black Friday e não caem mais em armadilhas. Além disso, órgãos de defesa do consumidor, como o Procon-SP, vêm intensificando a vigilância e denunciando lojas que divulgam ofertas falsas. Por isso, ofereça descontos reais e promoções verdadeiras.

Não esqueça de cuidar do estoque e da logística

Seu planejamento de marketing digital não vai trazer resultados se a operação envolvendo estoques e logística não estiver redonda. Não adianta criar uma estratégia perfeita envolvendo e-mail marketing, SMS marketing, bons CTAs e outras ações digitais e na hora da venda não conseguir entregar o produto. Para não frustrar o cliente, planeje-se.

Não relaxe no pós-vendas

Sua loja precisa sobreviver aos outros 364 dias do ano, certo? Então, quando a Black Friday passar, ofereça um bom pós-vendas e fidelize os clientes. Além disso, use os dados do seu público gerados durante o evento para melhorar suas estratégias de marketing futuras.

88 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 88 88 Flares ×