Entre em contato conosco

Será que você está fazendo automação de marketing da maneira correta?

Será que você está fazendo automação de marketing da maneira correta?

Receba nossos conteúdos sobre marketing digital

6
ago

Quando pensamos em automação de marketing, focamos apenas na automatização do relacionamento entre a empresa e os leads. No entanto, para que o sistema funcione, deve existir uma inteligência estratégica por trás de tudo. Sem o planejamento devido, sua empresa usufruirá apenas de uma parte do potencial de uso da ferramenta.

Diante disso, surge a pergunta: será que você está fazendo a coisa certa? Com base nos principais erros cometidos em campanhas de automação, pretendemos promover alguns insights nesse artigo. O objetivo é deixar-lhe plenamente consciente de como usar a automação de marketing de maneira precisa e eficaz. Acompanhe!

  • A ferramenta não automatiza tudo
  • Conhecimento da jornada de compra
  • Alinhamento de setores
  • Gestão e nutrição de leads

A ferramenta não automatiza tudo

Um dos principais erros é pensar que é possível automatizar tudo. A função da ferramenta é automatizar as suas decisões. Nesse caso, se o time de marketing e vendas não entender a base de leads e se relacionar devidamente com ela, estará apenas automatizando o erro.

A solução então é focar na inteligência, dando ênfase à análise dos leads, observando como eles se comportam, se é preciso interagir com mais conteúdo, se o tom de voz é adequado, se já está na hora de realizar uma abordagem de vendas… Enfim, é pensar e agir estrategicamente.

Falando de uma forma mais direta, caro leitor, para uma boa automação, você não pode contar apenas com a tecnologia, mas planejar de forma humana. A ideia central é conversar com cada lead de forma personalizada, chegando o mais próximo possível do que seria um trabalho manual dentro do sistema.

Conhecimento da jornada de compra

Outro erro comum na execução de uma estratégia de automação é não saber exatamente como funciona a jornada de compra dos seus clientes. A solução para isso é pensar em médio prazo, na edificação de um relacionamento efetivo, que conduza o lead a encontrar em sua solução um caminho para o sucesso.

Em suma, é definir a missão, fornecendo informações úteis para que o alvo avance na jornada de compra o mais rápido possível. Isso é o que podemos chamar de educação de leads, que objetiva alimentá-lo com conteúdos eficazes e úteis, que vão ao encontro da necessidade dele, até que possamos indicar a melhor solução.

Se você tentar vender antes da hora, só uma pequena parte de sua base irá comprar, enquanto o restante deixará de abrir seus próximos e-mails. Eles ainda precisam entender melhor sua solução, consolidando-a com a necessidade antes de definitivamente efetivar a compra. Portanto, seja exímio conhecedor da jornada de compra e encontre formas de educar seus futuros compradores.

Alinhamento de setores

Além dos erros que citamos anteriormente, alguns responsáveis pela automação dão ênfase apenas à entrega personalizada de e-mails, sem pensar em nada que alinhe os setores de marketing e vendas. Veja como isso pode ser resolvido:

Gestão e nutrição de leads

Se sua empresa tiver mais de um profissional de marketing e uma equipe de vendas, uma boa prática é atribuir um responsável por determinados leads. Isso pode ser perfeito para uma melhor gestão e interações da empresa com o potencial cliente.

Se isso não for possível, vale a pena separar os leads por grupos e interesses. Para que fique bem compreendido, em uma comunicação inicial, um profissional do marketing pode ser o responsável por um ou mais leads, mas conforme o lead evolui na jornada de compra, a equipe de vendas pode assumir o controle.

Quando um lead evoluir e se tornar cliente, a automação pode fazer a troca de estágio em tempo real, impedindo que ele receba comunicações de vendas ou que seja abordado com mensagens desnecessárias. Quando alguma ação do contato indicar que ele é uma oportunidade, a automação pode ajudar marcando-os e entregando-os diretamente para um consultor de vendas.

Conclusão

Esses são apenas alguns dos aspectos determinantes no sucesso de uma automação de marketing. Esperamos ter lhe ajudado a identificar os erros. Ressaltamos que, na maioria dos casos, não existe certo e errado, e sim hipóteses e métricas a serem avaliadas e validadas. Esteja atento a elas e eleve os resultados de sua automação. A Akna está aqui para lhe ajudar no que for preciso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *